Irmãos se encontram por acaso após quase 60 anos

Um homem encontrou ontem a sua irmã após quase 60 anos na fila de um hospital em Bauru, no interior paulista. Osvaldo Lustosa Brandão, de 58 anos, esperava na fila do Hospital Estadual Laudo de Souza Lima quando viu que o nome da paciente à sua frente era Maria Lustosa Brandão. A princípio, ele pensou tratar-se de sua mãe, que não conheceu. Mas quando disse seu nome, a mulher afirmou: "Você é meu irmão". Maria, de 73 anos, tem o mesmo nome da mãe, já morta, e durante quase seis décadas espera reencontrar os irmãos menores, doados a famílias adotivas, quando seu pai morreu.O diálogo e o desfecho emocionaram a ambos e aos demais pacientes e funcionários do hospital que assistiram ao encontro. Maria disse que estava com 14 anos quando o pai morreu e a mãe ficou com sete filhos menores, sem condições financeiras para criá-los. Aconselhada por amigos, entregou Osvaldo, com um ano de idade, e outras três irmãs, para famílias que pudessem assumi-las. Ficou só com os maiores, que na época tinham mais condições de ajudá-la.Segundo a mulher, alguns anos depois, a mãe procurou pela família a quem entregou o menino, mas não conseguiu nem vê-lo e, por desconhecimento, não recorreu à Justiça. Osvaldo sempre viveu em Bauru e Maria mora em Agudos, distante 16 quilômetros, mas ele não sabia da existência dos irmãos. Seu único vínculo com a família biológica estava nos nomes do pai e mãe, que permaneceram nos documentos.Maria disse que vai levá-lo o mais rápido possível a São Paulo para se encontrar com os outros irmãos mais velhos que, na infância, permaneceram com a mãe. Mas a família pode aumentar: duas moradoras de Campina do Monte Alegre, no sul do Estado, Edith Brandão e Nair Café de Souza, assistiram a reportagem da TV regional sobre o caso e acreditam serem as irmãs de Maria e Osvaldo igualmente entregues a famílias adotivas.

JAIR ACEITUNO, Agencia Estado

09 de outubro de 2007 | 15h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.