Israel deve anunciar eleições antecipadas para 4 de setembro

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, deve anunciar neste domingo eleições gerais antecipadas para 4 de setembro, disse um representante do partido dele, o Likud, tendo essa votação tendência a fortalecer a oposição do premiê contra as ambições nucleares do Irã.

REUTERS

06 Maio 2012 | 11h07

A próxima eleição nacional não era para acontecer até outubro de 2013, mas a nova legislação, que deve obrigar os judeus ultraortodoxos a servirem o Exército, e um iminente debate sobre orçamento ameaçaram romper uma coalizão de partidos religiosos e nacionalistas já vista como uma das mais estáveis da história de Israel

Uma vitória de Netanyahu, dois meses antes das eleições nos Estados Unidos, é a grande tendência, diante do posicionamento dele em relação às políticas de Barack Obama para Irã e Palestina.

Netanyahu e Obama têm uma relação espinhosa, e o líder de direita israelense vem sofrendo pressão de Washington para não tomar medidas unilaterais militares contra as unidades de enriquecimento de urânio do Irã.

Mais conteúdo sobre:
ISRAEL ELEICOES ANTECIPADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.