ISS cairá no Pacífico em 2020, anuncia Rússia

MOSCOU

, O Estado de S.Paulo

28 de julho de 2011 | 00h00

A Rússia planeja fazer com que a Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) caia, de forma controlada, no Oceano Pacífico em 2020, ano previsto para sua desativação, afirmou ontem Vitali Davydov, vice-líder da Roscosmos, a agência espacial do país. Segundo ele, a ISS "não pode ser deixada em órbita" após deixar de operar para que "não haja lixo espacial deixado para trás". A ISS é o maior equipamento colocado na órbita da Terra. Atualmente consiste de mais de uma dúzia de módulos. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.