Itália anuncia prisão de 50 membros da máfia napolitana

Suspeitos são acusados de vários crimes e estariam envolvidos em crise de lixo.

Da BBC Brasil, BBC

26 de maio de 2008 | 14h45

Autoridades italianas anunciaram nesta segunda-feira que cerca de 50 membros da máfia napolitana, a Camorra, foram presos em uma operação policial.Segundo a polícia, as batidas em Caserta, no norte de Nápoles, tiveram como alvo o clã Iovine, considerado um dos grupos mais poderosos da Camorra.O clã teria subornado funcionários públicos para obter contratos e fraudado eleições para favorecer candidatos de sua preferência.Os policiais também confiscaram bens com valor aproximado de 80 mil euros (cerca de R$ 210 mil) durante a operação realizada nesta segunda-feira. Armas, incluindo revólveres e um fuzil AK-47, e munição também foram apreendidas.Entre os presos estava Giuseppe Iovine, irmão do líder do grupo, Antonio Iovine, que está foragido, de acordo com a polícia.LixoEm um comunicado, as autoridades dizem que os presos são acusados de extorsão, posse ilegal de armas e lavagem de dinheiro.A Camorra também está envolvida em uma das questões que mais preocupam a Itália no momento - a acumulação de toneladas de lixo nas ruas de Nápoles.Segundo o correspondente da BBC na Itália, Christian Fraser, a organização estaria envolvida em todas as áreas da indústria local, da coleta ao tratamento do lixo.Na semana passada, o primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, anunciou uma série de duras medidas para tentar resolver a crise.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.