Italiano é preso após fotograr traseiros de 3 mil mulheres

Homem tinha câmera escondida dentro de bolsa e agia em plena praça pública.

Christian Fraser, BBC

13 de maio de 2008 | 04h55

Um homem foi preso na terça-feira, em Veneza, na Itália, acusado de fotografar os traseiros de mais de três mil mulheres. Os policiais suspeitaram do homem, de 38 anos, após o flagrarem seguindo mulheres de minissaia munido de uma bolsa grande.Um vídeo gravado pela polícia mostrou que assim que elas paravam ou abaixavam o homem tentava posicionar a bolsa logo atrás de suas pernas. De acordo com os policiais, ele tinha uma câmera escondida e fazia as fotografias a partir de um buraco em um dos lados da bolsa. Após efetuar a prisão, os agentes encontraram vários DVDs com mais de três mil imagens de traseiros.O homem confessou ter agido ao longo de dois anos na Praça de São Marcos e em suas redondezas.A polícia não divulgou o nome do acusado, se limitando a dizer que ele é casado e tem dois filhos. Se condenado, poderá pegar pena de seis meses a quatro anos de prisão.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
itáliavenezafotostraseiromulheres

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.