Italianos não querem referendo sobre euro, diz pesquisa

A grande maioria dos italianos são a favor de continuar na zona do euro e são contrários a um referendo sobre o tema, segundo uma pesquisa publicada no jornal Corriere della Sera neste domingo.

Reuters

10 de março de 2013 | 15h46

O papel da Itália na zona do euro tem sido muito debatido desde as eleições do mês passado no país. O pleito teve resultados favoráveis para partidos que criticam as medidas de austeridade que, de acordo com esses grupos, são impostas principalmente pela Alemanha.

Entretanto, a pesquisa, realizada pelo instituto ISPO, mostrou que 74 por cento dos italianos querem continuar com o euro. Ao mesmo tempo, 69 por cento se disseram contra um referendo sobre o tema.

Eleitores de centro-esquerda foram os mais favoráveis ao euro. O sentimento antieuro é mais forte entre os simpatizantes da Liga do Norte, grupo aliado de Silvio Berlusconi.

(Reportagem por Gavin Jones)

Tudo o que sabemos sobre:
ITALIAEUROREFERENDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.