Japão barra atuação da ONU na caça ilegal

A proposta de Mônaco de ampliar o papel da ONU no combate à caça ilegal de baleias foi barrada pela Comissão Internacional Baleeira (CIB), cuja reunião anual foi encerrada anteontem no Panamá. O Japão liderou o bloco de países baleeiros que criticaram a ideia. A proposta será revista por um grupo de trabalho.

O Estado de S.Paulo

08 de julho de 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.