Japão pede mais cooperação no combate à mudança climática

O ministro de Assuntos Exteriores japonês,Taro Aso, pediu que seu país e a América Latina estreitem acooperação em assuntos relacionados à mudança climática, diante dacúpula do Grupo dos Oito (G8, os sete países mais desenvolvidos e aRússia) que será realizada no próximo ano, no Japão. Segundo a agência Kyodo, durante um discurso sobre os esforçosdiplomáticos do Japão na América Latina, Aso afirmou que essa regiãoe Tóquio deveriam trabalhar juntos neste campo pelo "mútuobenefício". Aso participou de uma reunião organizada pela Federação deNegócios do Japão antes de sua viagem ao Brasil e ao México, ondeTóquio tem crescentes interesses econômicos. O ministro disse que a Guiana foi o primeiro a emitir, com o Japão,um comunicado conjunto sobre a necessidade de aumentar a cooperaçãoem assuntos ambientais, depois que o primeiro-ministro japonês,Shinzo Abe, anunciou seu plano Cool Earth 50. O objetivo desta iniciativa é reduzir pela metade a emissão degases do efeito estufa até 2050. Aso também se referiu à necessidade de fortalecer os laçoseconômicos entre a América Latina e o Japão, e ressaltou aimportância de esforços para erradicar a pobreza e as desigualdadesna região.

Efe

07 de julho de 2007 | 21h51

Tudo o que sabemos sobre:
japãoefeito estufaaquecimento global

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.