Japão pretende lançar sonda para órbita lunar em agosto

O programa espacial japonês anuncia que pretende enviar sua primeira sonda para circular a Lua em agosto. A nave Selene, de custo estimado em 32 bilhões de ienes (R$ 600 milhões) será transportada por um foguete H-2A, de fabricação japonesa, informa o porta-voz da Agência Japonesa de Exploração Espacial (Jaxa), Tatsuo Oshima.Durante sua missão de um ano, a sonda deverá lançar dois pequenos satélites projetados para medir o campo magnético e o campo gravitacional lunar, explica Oshima.O Japão tornou-se, em 1972, o quarto país a pôr um satélite em órbita, mas seu programa espacial vem sofrendo diversos reveses, com a perda de missões científicas, de espionagem e comerciais. Correndo atrás da China, que já lançou astronautas ao espaço por meios próprios, o governo japonês estuda dar início a um programa espacial tripulado. Astronautas japoneses já tomaram parte em vôos espaciais de naves dos Estados Unidos.

Agencia Estado,

12 de abril de 2007 | 18h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.