Japonês cria software poeta

Programa escreve poemas a partir de duas ou três palavras-chave inseridas pelo usuário

16 de janeiro de 2008 | 10h58

Naoko Tosa, desenvolvedor da Universidade de Kyoto, no Japão, criou o programa "Hitch Haiku", capaz de criar poemas "haiku" automaticamente. Segundo o site NewScientist, o software exige a interação do usuário apenas na inserção de duas ou três palavras-chave. Após inseridas, o software busca em diversos bancos de dados e dicionários palavras relacionadas e que se encaixem na métrica. Finalizado o poema, o usuário ainda pode editá-lo de forma que o programa compreenda a edição e assimile a preferência do usuário, aperfeiçoando assim suas próximas criações. Haiku, conhecido no Brasil como Haicai, é uma forma poética japonesa que valoriza a concisão e a objetividade. Estes pequenos poemas de três versos, escritos comumente em linguagem simples, somam 17 sílabas poéticas, cinco no primeiro verso, sete no segundo e cinco no terceiro, usualmente com referências a estações do ano. O site oficial do invento não traz qualquer link para download, porém apresenta um vídeo explicativo (em inglês). As informações são da agência Magnet.

Tudo o que sabemos sobre:
poemassoftware

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.