Jornada Mundial da Juventude é aberta oficialmente

Com a chegada da cruz peregrina e do ícone de Nossa Senhora, às 18h25, no palco montado na praia de Copacabana, foi aberta oficialmente a Jornada Mundial da Juventude, que vai até 28 de julho. No palco, bispos de vários países receberam os símbolos da jornada, antes da missa de abertura, celebrada pelo arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta. Os cardeais já estão no lado direito do palco, vestidos com trajes especiais.

LUCIANA NUNES LEAL E ANTONIO PITA, Agência Estado

23 de julho de 2013 | 18h54

A estimativa é que 500 mil fiéis acompanhem a celebração, mas ainda não há estimativa atualizada de público. A polícia informou que não foi registrada nenhuma ocorrência importante. Cerca de 30 atendimentos médicos foram realizados em cada um dos oito postos médicos. Em cada um há cerca de 15 médicos e dez a 15 ambulâncias . A maioria das vítimas sofreu mal estar por alimentação inadequada ao longo do dia.

"Estou muito feliz por estar aqui, e quando a gente encontra outros conterrâneos fazemos ainda mais festa. Nosso grupo anda de mãos dadas, como aprendemos no carnaval de Salvador", contou Flávia Xavier, de 24 anos, que viajou da cidade baiana de Eunápolis para o Rio em um grupo de 25 peregrinos.

A administradora Erica Ramos, 40 anos, moradora de Copacabana, teve problemas para ir de metrô da estação Carioca, no centro, até a Cardeal Arcoverde, em Copacabana, na zona sul. "A volta para casa foi um caos, pois as empresas liberaram os funcionários no mesmo horário previsto para começar o evento. O metrô estava superlotado. Para quem mora aqui é complicado", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
JMJabertura oficial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.