Jornais destacam êxito de Uribe e crise das Farc

Libertação de Betancourt ganha destaque em jornais estrangeiros.

Da BBC Brasil, BBC

03 de julho de 2008 | 08h54

Jornais em diversas partes do mundo deram destaque à operação de resgate da ex-parlamentar Ingrid Betancourt de seu cativeiro nas mãos das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).Nos Estados Unidos, o Miami Herald disse que operação "provavelmente não foi fatal", mas terá um efeito "devastador" sobre a guerrilha."A operação bem-sucedida pinta um futuro sombrio para a viabilidade das Farc e transforma em grandes vencedores o presidente colombiano e os partidários da ajuda militar americana de bilhões de dólares à Colômbia", diz o texto.Na Espanha, o El País destaca o "júbilo internacional" pela libertação da refém, e dedica ao tema um editorial afirmando que "este foi o maior êxito de sua carreira política". "Embora as cifras oficiais sobre a deserção de guerrilheiros possam pecar por excesso de otimismo, a guerrilha vive seus dias mais baixos", diz o jornal."E uma última boa notícia a Bogotá: o presidente venezuelano, Hugo Chávez, que meio se gabava de ser quem melhor podia convencer as Farc a liberar Betancourt, ficou com um palmo de nariz."Na Argentina, o Cronista Comercial notou que Uribe, que pode buscar um terceiro mandato, "parecia estar em campanha eleitoral" ao anunciar o que o jornal qualifica de "batalha mais esperada contra as Farc". Para o Cronista, "Uribe já tem assegurada a segunda reeleição".Em tom mais festivo, um jornal suíço, 24 heures, comemorou a "notícia formidável" da libertação de Betancourt: "Bem-vinda entre os vivos, senhora Betancourt", titulou.Já o francês Libération preferiu a cautela. Em editorial, afirmou que Uribe "não é um homem sem defeitos".O jornal cobrou do presidente colombiano que "seja o estadista que tem a ambição de ser", e que agora se concentre na tarefa de "reconstruir seu país".BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
Álvaro UribeColômbiaFarcBetancourt

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.