Jovem atropelado será ouvido pela polícia nesta terça

O operador de rapel David Santos Souza, de 21 anos, que teve o braço direito arrancado após ser atropelado na manhã do domingo (10), será ouvido nesta terça-feira pelo delegado Carlos Eduardo Silveira Martins, titular do 5º DP (Aclimação) e responsável pela investigação.

AE, Agência Estado

12 de março de 2013 | 10h36

De acordo com o Hospital das Clínicas, Souza saiu da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) na segunda-feira (11) e segue em recuperação. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, foi ouvida, também na segunda-feira (10), uma testemunha que prestou os primeiros socorros à vítima.

O atropelamento foi por volta das 6 horas da manhã do domingo (10), na Avenida Paulista. Souza pedalava na faixa já separada pelos cones da ciclofaixa, que abriria uma hora depois. Ele foi atingido pelo carro dirigido por Alex Siwek, de 21 anos, e o forte impacto decepou o braço direito do ciclista.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, Siwek estava "em alta velocidade e ultrapassava os carros, aparentemente embriagado, quando invadiu a faixa do ciclista". Ao se entregar, Siwek disse à polícia que jogou o braço de Souza, que havia caído dentro do carro, em um córrego na Avenida Ricardo Jafet.

Tudo o que sabemos sobre:
CiclistaAtropelamentoAvenida Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.