Jovem curado da raiva humana volta a ser sedado em PE

Primeiro brasileiro a ser curado do vírus da raiva humana - doença letal em 100% dos casos -, Marciano Menezes da Silva voltou a ser sedado hoje, poucas horas depois de retirada a sedação, porque apresentou convulsões. A saída do estado de sedação tinha o objetivo de avaliar o estado de consciência e eventuais reações do paciente. Porém, diante das convulsões, Marciano voltou a ser submetido ao tratamento, agora também com medicamentos anticonvulsivos, acompanhado por um neurologista do Hospital Osvaldo Cruz, no Recife. De acordo com o coordenador da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Doenças Infecciosas, Gustavo Trindade Henriques Filho, a ocorrência de convulsões pode indicar lesão cerebral. Dentro de alguns dias ele deverá ser submetido a um eletroencefalograma para constatar a intensidade das convulsões e analisar a continuidade do tratamento.Marciano, de 15 anos, continua em estado grave, respira artificialmente e se encontra na UTI desde o dia 11 de outubro. Ele foi submetido a uma terapia desenvolvida pelo médico norte-americano Rodney Willoughby, que em 2004 conseguiu a primeira cura da raiva humana no mundo, a de uma adolescente que, além de conseguir eliminar o vírus do organismo, voltou a falar, a andar e a dirigir, superando seqüelas da doença. A equipe pernambucana mantém contato permanente com Willoughby.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.