Jovem é mantida refém 24 horas por ex-namorado no MA

Irmã mais nova da adolescente de 16 anos também ficou em cárcere por mais de 12 horas em Pinheiro

Wilson Lima, especial para O Estado de S.Paulo

23 Novembro 2008 | 19h49

A adolescente A. T. F., de 16 anos, foi mantida refém pelo ex-namorado Ismael Fonseca Amorim, de 22 anos, por mais de 24 horas na cidade de Pinheiro, no Maranhão. Com ela, também estava a sua irmã de 11 anos, libertada no início da tarde deste domingo, 23. A jovem ficou em poder do ex-namorado até as 19h30. Uma pessoa foi baleada, mas passa bem.O seqüestro começou no início da noite de sábado. A., sua irmã e o atual namorado da adolescente, o mototaxista Elidoel dos Santos Melo, de 32 anos, conversavam na calçada da casa das jovens, no bairro João Castelo, quando Ismael chegou com uma arma calibre 38, carregada com cinco balas. Ismael queria conversar com a jovem sobre o fim do relacionamento dos dois, ocorrido há aproximadamente duas semanas. O namoro entre Ismael e A. durou dois meses.Perturbado com a presença de Elidoel, Ismael deu um tiro em direção ao mototaxista. Ele foi atingido na mão direita e de raspão no peito. Com medo de ser assassinado, Elidoel fugiu do local e foi socorrido no Hospital Regional de Pinheiro e passa bem. Segundo a Polícia, ex-namorado ameaçou também as duas irmãs de morte e ordenou às duas que entrassem na casa. Somente após muita negociação é que ele resolveu libertar a garota de 11 anos.   A casa da adolescente ficou isolada pela polícia e centenas de curiosos observam o caso no local. De acordo com o delegado André Grossain, responsável pelas negociações, Ismael relutou em se entregar, principalmente por medo de ser linchado por moradores de Pinheiro ou mesmo por detentos, caso seja preso. Outra preocupação do jovem era o tempo que ele pode permanecer preso pelos crimes de tentativa de homicídio e cárcere privado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.