Jovem escapa de processo após traduzir Harry Potter

Francês de 16 anos chegou a ser preso por colocar tradução extra-oficial na internet.

BBC Brasil, BBC

13 Agosto 2007 | 11h17

Um adolescente francês escapou de um processo judicial após ter sido preso por colocar na internet sua própria tradução do último livro da série Harry Potter. A decisão foi tomada pela editora Gallimard, responsável pela publicação da obra em francês, em acordo com a autora JK Rowling. A versão oficial de Harry Potter e as Relíquias da Morte está programada para chegar às livrarias francesas no dia 26 de outubro. O jovem de 16 anos mora na cidade Aix-en-Provence, no sul do país, e foi preso na semana passada. Ele disse que não pretendia ganhar dinheiro com sua versão não autorizada, que ficou pronta dias depois do lançamento oficial, em inglês, no dia 21 de julho. De acordo com a Gallimard, autoridades anti-pirataria na França descobriram o trabalho ilegal em sites na internet que publicam livros piratas. Os investigadores teriam ficado impressionados com a qualidade do trabalho "quase profissional" do jovem. A Gallimard disse ter apoiado as investigações "para lembrar as pessoas de que a pirataria prejudica os direitos básicos de autories e criadores". Entretanto, pondera a editora, nunca houve a intenção de prejudicar os fãs da série. Cerca de 11 milhões de cópias do sétimo livro da série, em inglês, foram vendidas nas primeiras 24 horas depois do lançamento, num recorde do mercado editorial mundial. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.