Jovem paulista morre após ataque de tubarão no Recife

Morreu no final da noite de ontem, 22, a turista paulista Bruna Silva Gobbi, 18 anos, que passava férias com familiares e foi atacada por um tubarão por volta das 13h20 na praia de Boa Viagem, no Recife. Ela foi mordida na altura da coxa esquerda, perdeu muito sangue e passou por uma cirurgia às 15 horas, no Hospital da Restauração (HR), quando teve a perna amputada.

ANGELA LACERDA, Agência Estado

23 de julho de 2013 | 10h45

Antes de chegar ao HR, ela foi atendida na Unidade de Pronto Socorro (UPA) no bairro da Imbiribeira, zona sul da cidade, onde teve uma parada cardiorrespiratória. De acordo com testemunhas, ela tomava banho com água na cintura e teria sido alertada para sair do mar. Bruna foi socorrida por bombeiros imediatamente após o ataque.

A assessoria do hospital confirmou que a morte ocorreu às 23h30, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ainda não há informação sobre o sepultamento. Bruna morava no bairro Jardim da Conquista, em São Paulo.

De acordo com o Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit), esta foi a 24ª morte desde 1992 e a segunda neste ano. Cinquenta e nove ataques de tubarão ocorreram neste período. As espécies cabeça-chata e tubarão-tigre são as mais comuns na área. Em toda a extensão das praias de Boa Viagem e Piedade - no município vizinho de Jaboatão dos Guararapes - há placas alertando para o risco. Nesta área ocorreram 70% dos ataques nos últimos 21 anos.

Mais conteúdo sobre:
morteturistaPE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.