Jovem que matou no Grande ABC é internado

O adolescente de 17 anos que confessou ter queimado e matado a dentista Cinthya Magaly Moutinho de Souza em abril, em São Bernardo do Campo, no Grande ABC (SP), foi condenado a internação por tempo indeterminado na Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa).

LUCIANO BOTTINI FILHO, Agência Estado

05 de junho de 2013 | 07h45

A medida socioeducativa será reavaliada quando ele completar 21 anos. "Acho um absurdo um crime como esse deixá-lo preso três anos só", disse o pai da vítima, Viriato Gomes de Souza. Outros três integrantes da quadrilha acusada de atacar consultórios na região estão detidos, mas não respondem por homicídio. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.