Jovem sobrevive sem seqüelas a tiro na cabeça em SP

Um jovem de 21 anos sobreviveu sem seqüelas a um tiro na cabeça em Suzano, na Grande São Paulo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, Cristiano Oliveira Tozarelli foi atingido no último sábado, quando passava perto de uma briga de trânsito, de onde teria saído o disparo. A bala entrou pela testa e passou ao lado da orelha direita.Testemunhas contaram que o tiro partiu de um dos motoristas envolvidos. Segundo o relato do próprio rapaz, ele voltava para casa de ônibus com a mulher e o filho de dois anos quando foi baleado. Ele contou que percebeu que sangrava, se levantou e foi andando para o hospital. "Desci do ônibus normal, caminhei ainda até a Santa Casa, o tempo todo consciente", diz. Tozarelli não teve seqüelas, apesar de ter ficado com um pedaço da bala alojado na cabeça. Segundo a SSP, o projétil passou a milímetros de artérias e da área responsável pelos movimentos. A única região atingida, que não foi comprometida, foi a da memória. O jovem continua internado em observação em um hospital de Mogi das Cruzes, também na Grande São Paulo, onde passou por uma cirurgia para a retirada de parte da bala. O autor do disparo ainda não foi encontrado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.