Judeus terão de fazer o exame no Shabat, diz STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou que os alunos judeus terão de fazer o Enem como os outros alunos, amanhã e domingo. O plenário do Supremo manteve a decisão do presidente da Corte, Gilmar Mendes, que em novembro suspendeu uma determinação da Justiça para que a União marcasse data alternativa. Isso evitaria que eles tivessem de fazer o exame no Shabat, período sagrado para essa religião que vai do pôr-do-sol de sexta-feira até o pôr-do-sol de sábado. Os judeus aguardarão o sol baixar nos locais de prova e farão o Enem durante a noite.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.