Julgamento de recurso do caso Richthofen é adiado

A nova sessão para apelãção de Suzane ficou marcada para 22 de novembro

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

08 de novembro de 2007 | 11h58

O julgamento do caso Richthofen foi adiado para o próximo dia 22, segundo informações do Tribunal de Justiça de são Paulo, a pedido do advogado de defesa dos irmãos Cravinhos. O julgamento estava marcado para as 10 horas desta quinta-feira, 8, na 5ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). Os desembargadores que julgam o caso, Damião Cogan, Carlos Biasotti e Pinheiro Franco, atenderam ao pedido feito pelo advogado Adib Geraldo Jabur, que pediu mais tempo para preparar a defesa e tem direito a um adiamento de sessão. A nova sessão ficou marcada para 22 de novembro, na Sala do Plenário. Suzana Richthofen é acusada de matar os pais junto com os irmãos Cravinhos, em crime realizado em 2002.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.