Julio Cesar é mais experiente e merece ser titular do Brasil, diz Marcos

Titular da seleção brasileira no último título mundial, em 2002, o ex-goleiro Marcos aprova a escolha de Julio Cesar pelo técnico Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo, apesar de o jogador atuar em um time do Canadá e ter ficado um longo período afastado dos gramados.

Reuters

30 Abril 2014 | 15h59

Marcos disse nesta quarta-feira em evento em São Paulo que a experiência de Julio Cesar, de 34 anos, pesa a favor do atual titular da seleção.

"Eu acho que o Julio é acostumado com a camisa do Brasil e talvez por isso o Felipão tenha optado por ele. O peso da camisa da seleção é o peso de um país inteiro nas costas", afirmou o ex-goleiro a jornalistas.

"O Julio Cesar é um dos líderes da seleção, e os outros goleiros, apesar de bons, não têm experiência na seleção...Acho que o fato de o Julio Cesar ser titular da seleção brasileira nesta Copa é justo."

Julio Cesar foi titular do Brasil na Copa de 2010, na África do Sul, e falhou em um dos gols da Holanda, na derrota por 2 x 1, que eliminou o time brasileiro nas quartas de final.

O próprio goleiro já admitiu ter sofrido muito com a saída errada do gol naquele jogo e depois disso passou por uma período ruim em seu clube, a Inter de Milão. Em 2012, ele foi para o inglês Queen's Park Rangers e teve boa atuação, apesar do rebaixamento do clube.

Julio Cesar voltou à seleção justamente nessa época, com o retorno de Felipão ao comando da equipe e foi titular durante a conquista da Copa das Confederações de 2013, com desempenho importante, incluindo a defesa de um pênalti na semifinal contra o Uruguai.

No entanto, após o título pela seleção, ele ficou afastado na equipe inglesa e só voltou a jogar no começo deste ano ao acertar sua transferência para o Toronto FC, clube canadense que disputa a Major League Soccer, liga de futebol dos Estados Unidos.

O tempo afastado do futebol e a fragilidade da liga norte-americana levantaram questionamentos sobre o goleiro, mas Felipão demonstrou total apoio a ele e anunciou antecipadamente que Julio Cesar estava convocado para o Mundial em casa, que começa em 12 de junho. A lista dos 23 convocados será anunciada na semana que vem.

Marcos, que trabalhou com Felipão na conquista do pentacampeonato e também no Palmeiras, disse que esteve com o treinador na semana passada, mas faltou "coragem" para perguntar quem será convocado.

A segunda opção do treinador brasileiro entre os goleiros deverá ser Jefferson, do Botafogo, mas o terceiro goleiro é dúvida. Victor, do Atlético Mineiro, e Diego Cavalieri, do Fluminense, são os favoritos.

"É claro que alguém vai ficar chateado, não dá para levar tantos goleiros bons que tem no Brasil. Tem o Jefferson indo direto em convocações, tem a terceira vaga que pode ser do Victor, do Fabio, do Cássio, do Fernando Prass, do Diego Cavalieri. Alguém muito bom vai ficar de fora", disse Marcos.

(Reportagem de Tatiana Ramil)

Mais conteúdo sobre:
COPAMARCOSJULIOCESAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.