Jundiaí colhe sua 1.ª safra de maçãs

Iniciativa que foi considerada loucura há dois anos provou ser lucrativa: primeira colheita renderá 8 t

Rose Mary de Souza, Especial para O Estado

21 Janeiro 2009 | 02h38

. Quando o agricultor Antonio Roberto Losque comentou em uma reunião com 300 agricultores que iria plantar maçãs em Jundiaí (SP), todos estranharam. Hoje, dois anos depois, ele comemora a colheita da primeira safra de maçã. Os 500 pés, plantados em 2006, estão produzindo entre 7 e 8 toneladas. São números pequenos porque as plantas ainda estão novas. "A partir do quarto ano, colherei entre 50 e 60 quilos por pé." Nas próximas safras, Losque já terá companhia: quatro famílias tradicionais no plantio de uva, morango, goiaba e pêssego também plantarão maçã eva, cerca de 800 mudas, que devem começar a produzir no fim deste ano."Não era loucura. Tudo foi planejado, estudado e analisado. Fiz viagens ao Sul, aprendi o manejo e trouxe as mudas." Antes, porém, buscou assistência com os pesquisadores do Instituto Agronômico (IAC-Apta). A variedade introduzida na propriedade é a iapar 75 eva. Segundo o agrônomo Edvan Chagas, do Centro de Frutas do IAC, em Jundiaí, a eva se desenvolve muito bem na região. A fruta tem boa apresentação, qualidade, garante Chagas. Outra vantagem é a de que as macieiras de Losque começam a produzir na entressafra do Sul. "Eles colhem a partir do fim de janeiro, quando nossa safra acabou."

Mais conteúdo sobre:
MaçãJundiaífruticultura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.