Justiça adia decisão e F-1 deve começar com duas Lotus

A Corte de Londres adiou a definição sobre qual equipe poderá utilizar o nome Lotus na Fórmula 1. A disputa só será resolvida em 21 de março, data marcada para o novo julgamento, e assim a temporada 2011 deve começar com dois carros com o mesmo nome na pista.

AE, Agência Estado

25 de janeiro de 2011 | 12h06

O motivo do adiamento é o fato de haver dúvidas quanto ao dono da marca, pois o nome foi dividido entre investidores após o fechamento da equipe, nos anos 1990. O grupo Lotus disputa os direitos após se associar à Renault, que pretende correr com as cores preto e dourado no carro.

Já o Team Lotus, da Malásia, que usou o nome no ano passado, está confiante em mantê-lo. "Nós esperamos que o juizado refute o processo e que a decisão seja ''preto no branco''", disse o time dirigido por Tony Fernandes, em comunicado oficial. A Fórmula 1 abre sua temporada em 13 de março, com o GP do Bahrein.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.