Justiça britânica condena 'Osama Bin London'

Réu era acusado de ser importante recrutador de extremistas islâmicos no país.

Da BBC Brasil, BBC

26 Fevereiro 2008 | 14h40

Um homem que se autodenominava "Osama Bin London" e era apontado como um dos mais importantes recrutadores de extremistas islâmicos na Grã-Bretanha foi condenado nesta terça-feira pela Justiça britânica.Mohammed Hamid, de 50 anos, foi considerado culpado pela acusação de treinar militantes em campos secretos nas regiões de Lake District, no noroeste da Inglaterra, e New Forest, no sul do país, e prepará-los para lutar em outros países.Cinco homens acusados de envolvimento nos planos de uma série de atentados suicidas em Londres, em 21 de julho de 2005, teriam passado pelos campos de treinamento de Hamid e eram amigos do réu condenado nesta terça.Hamid foi condenado por três acusações de incitar o assassinato e outras três de fornecer "treinamento terrorista".O júri do tribunal de Woolwich, no leste de Londres, considerou Hamid inocente de uma outra acusação, de fornecer treinamento de armas.TreinamentoSegundo a promotoria, Hamid tentava treinar jovens que se impressionavam facilmente - um processo que teria se intensificado depois dos atentados de 7 de julho de 2005 em Londres. De acordo com autoridades britânicas, os treinamentos eram realizados em acampamentos e em conversas noturnas na sala da casa de Hamid. Durante o julgamento, o réu negou as acusações de que estaria transformando jovens muçulmanos em radicais e de que conduzia um "clube informal" para a Al-Qaeda.Hamid afirmou que, apesar de ter sido procurado por centenas de jovens durante anos, tentava apenas oferecer apoio aos muçulmanos que estavam vulneráveis após os atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos. O julgamento de Hamid foi considerado um marco nas políticas antiterroristas do governo britânico, já que ele era apontado por autoridades como uma figura importante de redes extremistas que atuam no país.Outros sete homens foram condenados por envolvimento com os campos de treinamento que seriam comandados por Hamid.AtentadosDurante o julgamento, a promotoria afirmou que Hamid tinha relações próximas com Muktar Ibrahim, apontado como principal mentor dos atentados frustrados de 21 de julho de 2005 em Londres.Ibrahim e os outros quatro acusados pelos planos de ataque teriam participado de um dos campos de treinamento de Hamid em Lake District, em 2004.Hamid e Ibrahim também faziam pregações juntos no mesmo lugar, no centro de Londres, em 2004, e foram presos no mesmo ano depois de uma discussão com um policial. Na ocasião, quando foi preso, Hamid disse ao policial que era "Osama Bin London" e afirmou que estava armado com uma bomba. A promotoria afirmou ainda que, na noite dos atentados de 7 de julho, Hamid teria enviado uma mensagem de texto a um dos homens que duas semanas mais tarde tentariam explodir uma bomba no sistema de transporte público da cidade.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.