Justiça concede liberdade para bombeiros presos no Rio

A Justiça do Rio de Janeiro concedeu nesta madrugada um habeas corpus para soltar os 439 bombeiros presos após a invasão do quartel central da corporação. Eles invadiram o local durante uma manifestação por melhores condições de trabalho, há uma semana. Os bombeiros exigem imediata elevação do piso salarial da corporação de R$ 950 para R$ 2000.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

10 Junho 2011 | 10h50

Desde o ocorrido, familiares e amigos dos detidos acamparam em frente a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Os soldados presos foram autuados em quatro artigos do Código Penal Militar: motim; dano em viatura; dano às instalações; e impedir e dificultar saída para socorro e salvamento.

Mais conteúdo sobre:
bombeiros greve prisão liberdade Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.