Justiça de SP adia júri de Farah Jorge Farah

O juiz Alexandre Andreata dos Santos adiou para 23 de outubro o novo júri do cirurgião Farah Jorge Farah, que confessou ter matado e esquartejado a amante, Maria do Carmo Alves, em 2003. O julgamento começaria na terça-feira, 10.

AE, Agência Estado

09 de setembro de 2013 | 20h37

Seu primeiro júri, em 2008, foi anulado pela Justiça paulista. A defesa alega que laudos oficiais que atestavam o estado semi-imputável foram ignorados pelos jurados.

Mais conteúdo sobre:
FARAH JORGE FARAHJULGAMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.