Justiça determina que MST desocupe prédio da Fazenda

A oficial de Justiça Rosângela Barbosa foi ao prédio do Ministério da Fazenda, na tarde de hoje, para entregar aos manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) um ofício com ordem de reintegração de posse. Os militantes do movimento devem deixar, imediatamente, o saguão do prédio, que está ocupado desde o início da manhã. Segundo ela, a ordem foi expedida pelo juiz federal substitutivo da 1ª Vara, Alaor Piacini. O ofício só será divulgado após a entrega ao MST.

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

11 Agosto 2009 | 17h25

Entre outros pontos, os manifestantes exigem liberação de verba para a realização da reforma agrária e aguardam para hoje uma reunião com representantes dos ministérios da Fazenda, Planejamento, Casa Civil, Desenvolvimento Agrário e do Incra, que pode ser intermediada pela Secretaria Geral da Presidência da República.

Rosângela explicou que, como a retirada deve ser imediata, caso os manifestantes não desocupem o prédio público, a polícia poderá agir. Segundo o tenente-coronel da Polícia Militar, Jorge Luiz Damasceno, que é responsável pela coordenação dos trabalhos da polícia, os manifestantes terão um tempo para que desocupem o local após a entrega do ofício. "Vamos retirá-los na negociação. Não haverá derramamento de sangue", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.