Justiça do Rio aceita denúncia sobre acidente com ônibus

A Justiça do Rio aceitou a denúncia do Ministério Público e abriu ação penal contra o motorista André Luiz da Silva Oliveira, de 33 anos, e o estudante Rodrigo dos Santos Freire, de 25 anos, apontados como responsáveis pelo acidente do ônibus da linha 328 (Castelo-Bananal), que despencou de um viaduto na Avenida Brasil e causou a morte de nove pessoas. Outros seis passageiros ficaram gravemente feridos. O acidente ocorreu no dia 2 de abril.

MARCELO GOMES, Agência Estado

15 de julho de 2013 | 14h46

O motorista foi denunciado por atentado contra a segurança do transporte viário ao ter exposto ao perigo passageiros, motoristas e pedestres, contribuindo diretamente para o acidente. Já o estudante vai responder por sete crimes de lesão corporal qualificada, sendo seis graves e uma gravíssima, além de nove crimes de lesão seguida de morte.

Em seu despacho, a juíza Paula Fernandes Machado de Freitas, da 5ª Vara Criminal da capital fluminense, deu prazo de dez dias para os advogados dos réus apresentarem defesa escrita, ficando os acusados cientes que "o não oferecimento da defesa no prazo implicará na nomeação da Defensoria Pública para o patrocínio de seus interesses processuais. Em caso de nomeação do Defensor Público, intimem-se os acusados para entrevista pessoal prévia com fins de oferecimento de defesa preliminar".

Mais conteúdo sobre:
acidenteônibusRioprocesso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.