Justiça manda MST desocupar área em Campinas-SP

Aproximadamente 400 famílias do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MST), que estão acampadas em uma área de 70 hectares no Jardim Petrópolis, periferia de Campinas há pelo menos uma semana, têm até hoje para deixar o local. Na sexta-feira, a Justiça determinou a reintegração de posse aos proprietários, oito herdeiros de uma mesma família. A Polícia Militar e a Promotoria Pública devem acompanhar a desocupação. Procurada pelo movimento, a Prefeitura manteve-se irredutível no que se refere à cessão de outra área para as famílias.

TATIANA FÁVARO, Agencia Estado

07 de abril de 2008 | 09h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.