Kassab se diz o mais preparado para enfrentar Marta em SP

Faltando cinco dias para as eleições, o prefeito de São Paulo e candidato Gilberto Kassab (DEM) já se coloca no segundo turno ao afirmar que é o mais preparado para enfrentar a prefeita Marta Suplicy (PT), líder das pesquisas. "Eu quero registrar o otimismo que eu tenho de ir para o segundo turno e as pesquisas já mostraram que a gente pode vencer a candidata do PT. Portanto, eu tenho tranqulidade em dizer que estamos bem preparados eleitoralmente", disse Kassab a jornalistas nesta terça-feira, ao vistoriar as obras de uma praça na região oeste da cidade. Seu adversário, o candidato Geraldo Alckmin (PEDB), também fazia o mesmo discurso até que o prefeito se distanciou dele na corrida pelo segundo turno. Kassab afirmou ainda que sua gestão foi melhor que a da prefeita, que administrou a cidade entre 2001 e 2004. "Temos o que mostrar, o que comparar e é evidente que é o eleitor que vai definir isso", declarou. Kassab registra alta constante nas pesquisas de intenção de voto, enquanto Alckmin experimenta caminho oposto. Na mais recente sondagem do Datafolha, o prefeito aparece com 24 por cento, quatro pontos percentuais acima de Alckmin. Em uma eventual disputa de segundo turno entre Kassab e Marta, ele teria 47 por cento e ela, 46 por cento, configurando empate técnico. Segundo o Datafolha, Alckmin e Marta também estão empatados tecnicamente em eventual segundo turno. O prefeito afirmou também que o DEM e o PSDB são aliados, inclusive na gestão da capital, e têm reuniões rotineiras em busca de um acordo eleitoral em São Paulo. "No primeiro turno não foi possível; no segundo turno todos nós trabalharemos para estar aliados, evidente", disse ele. Kassab não quis comentar a declaração de Marta de que o PSDB está "fritando Alckmin". "Seria um desrespeito com os eleitores do ex-governador afirmarmos que ele não vai ao segundo turno." (Reportagem de Carmen Munari)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.