Kléber Pereira agora admite renovar com o Santos

A menos de 30 dias de ficar livre no mercado, o atacante Kléber Pereira ainda não sabe em qual time vai se apresentar no começo de janeiro para realizar a pré-temporada. Desde a sua chegada ao Santos, em julho de 2007, o artilheiro já ameaçou várias vezes deixar a Vila Belmiro.

Sanches Filho, SANTOS, O Estadao de S.Paulo

03 Dezembro 2009 | 00h00

Primeiro foi o Corinthians e depois teriam surgido convites da Europa e do futebol árabe, segundo o seu irmão e empresário, Daniel Pereira.

Mas, neste fim de ano, Kléber Pereira não recebeu proposta concreta para trocar de clube (houve apenas especulação sobre suposto interesse do Vasco) e, perto de completar 35 anos, está inclinado a renovar contrato e continuar na Vila Belmiro, apesar de enfrentar rejeição de parte da torcida.

"É hora de ver onde erramos para, em 2010, realizar o trabalho desde o começo", disse o jogador após o treino de ontem pela manhã, no CT Rei Pelé, projetando a próxima temporada com a camisa 9 do Santos.

O atacante admitiu que o ano foi desgastante demais. "Não conseguimos nada e ainda tivemos de brigar para não cair. E um clube da grandeza do Santos tem de estar sempre disputando títulos."

Já Neymar da Silva Santos, pai do atacante Neymar, estranhou a notícia de que o Chelsea, da Inglaterra, fez proposta de 15 milhões (R$ 38,7 milhões) para tirar seu filho da Vila Belmiro no começo de 2010. "Até agora, ninguém falou nada." Se depender da vontade da família, ele se transfere para o exterior só após completar 21 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.