Ladrões acionam socorro para rebocar carro roubado

A polícia de Botucatu (SP) vai usar imagens de um posto de combustíveis para identificar e tentar prender os bandidos que sequestraram uma mulher de 25 anos e um aposentado de 74 e deixaram um rastro de medo nos 500 quilômetros entre as cidades de Sorocaba e Santo Antônio do Aracanguá, na região de Araçatuba, no último domingo.

CHICO SIQUEIRA, Agência Estado

13 de março de 2013 | 19h17

Câmeras de um posto filmaram quando um carro, ocupado por quatro bandidos e uma refém, chegou ao posto, na entrada de Botucatu, rebocado pelo guincho da concessionária que administra a rodovia Marechal Rondon. O Sandero, da mulher, tinha sido roubado por volta das 2 horas da madrugada de domingo, no Jardim Paulistano, em Sorocaba. O namorado da moça se preparava para levá-la para casa quando dois homens armados renderam o casal e por ''garantia'' levaram a moça.

Os bandidos seguiram pela rodovia Marechal Rondon (SP-300), mas o carro quebrou na altura do pedágio de Botucatu. Sem receio algum, eles acionaram o guincho, que os transportou junto com carro e refém até o posto. Lá, os bandidos saíram a pé, junto com a refém, e assaltaram um aposentado de 74 anos, que saía de casa, na área central da cidade, com um Honda Civic. Sob a mira de revólveres, o aposentado dirigiu até a Rondon, onde os bandidos assumiram a direção. O aposentado foi colocado amarrado e de olhos vendados no porta-malas.

Na altura de Agudos, os bandidos tentaram roubar outro carro, de um casal, mas não conseguiram porque o veículo estava sem combustível. Antes já tinham batido a traseira do Honda num caminhão. O aposentado, que estava no porta-malas, narrou seu drama. Com 1,72 metro de altura, ele ficou ainda mais apertado e sofreu os solavancos com os bandidos dirigindo o carro em alta velocidade. "Pensei que fosse morrer", disse o aposentado depois de solto.

Durante o trajeto, os bandidos ainda tentaram pedir resgate para a família da moça e sem conseguir, soltaram a refém na altura de Penápolis. Ela contou à polícia que os mesmos bandidos estavam com um aposentado refém. Ao saber que estavam sendo perseguidos pela polícia, os bandidos abandonaram o carro com o idoso dentro num canavial às margens da rodovia Elieser Montenegro Magalhães (SP-463), em Santo Antônio do Aracanguá, cidade próxima a Araçatuba. O idoso conseguiu se soltar e chamar a polícia. De acordo com a polícia, os bandidos teriam então roubado e fugido com uma caminhonete Ford Ranger prata.

Agora, policiais de Sorocaba, Botucatu e Araçatuba investigam o caso. Para o delegado Seccional de Botucatu, Antônio Soares da Costa Neto, a quadrilha é de Araçatuba.

Tudo o que sabemos sobre:
sequestroroubo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.