Ladrões roubam 200 kg de dinamite de pedreira em SP

Segundo a polícia, a dinamite seria usada pelo crime organizado para explodir caixas eletrônicos e muros de presídios

SANDRO VILLAR, Agência Estado

18 de julho de 2012 | 14h32

Ladrões roubaram 200 quilos de dinamite de uma pedreira de Icém, no interior paulista. As bananas de dinamite estavam dentro de oito caixas levadas pelos criminosos. Metade das caixas, abandonadas perto da pedreira, foi recuperada pela polícia na terça-feira, 17. Há suspeitas de que funcionários ajudaram os bandidos, que arrombaram o galpão da pedreira onde as caixas estavam guardadas.

Uma lista com 16 nomes de empregados da pedreira foi entregue à Polícia Civil, que prendeu um homem que veio de Goiás. Ele é acusado de homicídio e não teria envolvimento com o roubo do explosivo. Segundo a polícia, a dinamite seria usada pelo crime organizado para explodir caixas eletrônicos e muros de presídios. Apenas uma banana de dinamite pode destruir uma agência bancária, de acordo com a polícia.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciadinamiteSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.