Ladrões roubam peças dos séculos XVII e XVIII no Rio

Duas peças sacras dos séculos XVII e XVIII foram levadas da Igreja do Bom Jesus da Coluna, na Ilha do Fundão, zona norte do Rio. O furto, ocorrido possivelmente no feriado de 12 de outubro, foi comunicado hoje à Polícia Federal pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).Técnicos do Iphan descobriram o furto ao fazerem uma vistoria nas obras de restauração da igreja. Foram levados um porta-missal de mesa, em madeira, do século XVIII, que ainda seria restaurado, e uma imagem de um menino-anjo, de cerca de 40 centímetro de altura. Essa peça já havia passado por restauração. "A peça é integrada ao púlpito. Tem características rudimentares, eu diria singelas, não é rebuscada, mas é uma imagem do século XVII, tem sua importância", explicou o superintendente do Iphan no Rio, Carlos Fernando Andrade, ao site G1.A Igreja do Bom Jesus da Coluna foi construída a partir de 1705 e tombada pelo Iphan em 1964, por sua importância histórica. Há 10 dias, o instituto lançou uma campanha pela recuperação de 898 obras de arte e objetos culturais, que foram roubados no País. Mais de 60% dos bens procurados pelo Iphan desapareceram no Rio.

Agencia Estado

05 de novembro de 2007 | 22h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.