Lançamento de foguete indiano com satélite fracassa

A Organização Espacial da Índia fracassou nesta segunda-feira no lançamento do GSLV-F02, um foguete que tinha como objetivo pôr em órbita o satélite de comunicação INSAT-4C, informou a rede de televisão NDTV.O foguete GSLV foi lançado às 17h45 (9h15 de Brasília) do CentroEspacial Satish Dhawan, em Sriharikota, no estado indiano de AndraPradesh. Pouco depois, o satélite caiu.Este é o segundo fracasso da Índia em apenas dois dias. No domingo, oteste do míssil balístico Agni III, o mais sofisticado dos mísseisde longo alcance com capacidade nuclear, também foi mal-sucedido. A contagem regressiva para o lançamento do INSAT-4C foi iniciadaNo domingo às 14h38 (hora local) embora tenha sido atrasado na últimahora por 45 minutos.O previsto era que, aos 1.015 segundos de seu lançamento (17minutos), o GSLV-F02, um foguete de 49 metros de altura e 440 milquilos de peso, colocasse o satélite INSAT-4C em órbita.No entanto, segundo fontes da Organização Espacial da Índia, ofoguete se deslocou de seu rumo previsto por razões que sãodesconhecidas, o que provocou o fracasso, transmitido ao vivo pelastelevisões indianas.O presidente da Organização Espacial Indiana, G Madhavan Nair,admitiu que "houve uma falha no primeiro estágio, as coisas foram malno momento da separação". "Temos que analisar o que ocorreu",afirmou.No domingo, o teste do Agni III também foi mal-sucedido, pois o míssilnão alcançou seu objetivo, admitiu o ministro da Defesa indiano,Pranab Mukherjee, que presenciou o teste.O lançamento do Agni III, projetado para ter um alcance de 3.500quilômetros, ocorreu corretamente, mas o segundo estágio do míssil nãoconseguiu separar-se e caiu na água no Golfo de Bengala, a cerca demil quilômetros do lugar de lançamento.

Agencia Estado,

10 de julho de 2006 | 14h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.