Lance por café especial do Brasil supera valor de NY em 200%

O leilão de cafés especiais do Brasil Cup of Excellence registrou lance médio de 7,4 dólares por libra-peso, uma alta de mais de 200 por cento sobre o valor do primeiro contrato da bolsa de Nova York, informou nesta quinta-feira a organização do concurso, que está em sua 12a edição.

REUTERS

19 de janeiro de 2012 | 16h42

O maior lance foi de 23,10 dólares por libra-peso, pelo café colhido na Fazenda Rainha, situada em São Sebastião da Grama (SP).

"Vendemos a saca de café por US$3.055,58... valor mais de dez vezes superior ao da commodity no mercado", comemorou José Renato Dias, diretor da Fazenda Rainha, vencedora do concurso, segundo nota oficial.

Apesar da diferença entre o preço do leilão e o do mercado, tanto o maior lance quanto a média da cotação do certame ficaram abaixo do ano passado, quando foi registrado um recorde nas edições do Cup of Excellence.

No ano passado, a cotação média foi de 8,32 dólar por libra-peso, enquanto o maior lance ofertado fechou em 25,05 dólares.

"Na atual conjuntura de crise na economia mundial, especialmente no hemisfério norte, onde se localiza grande parte dos nossos principais compradores, o resultado do pregão de ontem foi excepcional, evidenciando a qualidade dos cafés brasileiros, muito bem aceitos e demandados por todas as partes do mundo, principalmente pelos países asiáticos, que foram maioria entre os compradores do leilão", disse Luiz Paulo Dias Pereira Filho, presidente da BSCA.

O maior lance registrado foi pago pelo consórcio formado pelas empresas Kyokuto Fadie Corporation, Time's Club for C-COOP, Coffee Libre and Tashiro Coffee Co. Ltd. O lote de 22 sacas de café da fazenda vencedora rendeu um total de 67.222,66 dólares.

O leilão dos 25 lotes vencedores gerou uma receita total de 503.291,68 dólares.

O concurso foi realizado pela BSCA, em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Alliance for Coffee Excellence (ACE) e a Agricafé.

(Por Roberto Samora)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSCAFEBRASIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.