Lancha atropela e mata PM no Lago Paranoá em Brasília

Proprietário da embarcação teria entregue a lancha a um rapaz sem habilitação; os dois foram interrogados

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

12 de novembro de 2007 | 09h46

Uma lancha atropelou e matou um sargento aposentado da Polícia Militar no Lago Paranoá, em Brasília, no domingo, 11. De acordo com a PM, testemunhas relataram que a embarcação passou duas vezes pelo local antes do acidente. Na primeira, teria arrancado as bóias de sinalização. Depois, acabou atingindo e matando o sargento Ismar Lopes de Oliveira, de 47 anos, que mergulhava com um grupo de amigos.O proprietário da lancha foi identificado como Diego Torres Dias, de 29 anos. As informações são de que ele teria entregue a embarcação para Davi Cândido Torres, de 26 anos, que não possuía habilitação para pilotá-la. Os dois foram interrogados e liberados em seguida. A polícia aguarda resultados da autópsia e da perícia na lancha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.