'Law tenta me destruir', diz Medeiros

O ex-deputado federal Luiz Antonio de Medeiros, diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, afirmou na quinta-feira que a fita divulgada na internet em que aparece negociando propina com Law Kin Chong é uma "farsa" montada pelos advogados do empresário. "Law tenta me destruir", disse. Medeiros afirmou que sabia do vídeo, feito pela Polícia Federal com autorização da Justiça. "Apenas coletei provas com autorização da Justiça."

ARTUR RODRIGUES, Agência Estado

25 Maio 2012 | 08h13

Ele negou que a negociação invalide as provas contra Law, criando flagrante forjado. "Não incorre (no flagrante forjado) porque ele é corruptor contumaz. Por isso, a Justiça autorizou gravá-lo. Porque ele achava que podia comprar todo mundo."

Nas imagens, o ex-parlamentar, então presidente da CPI da Pirataria, de 2004, que investigava Law por contrabando, negocia o pagamento do equivalente em dólar a R$ 1,5 milhão.

Inquérito aberto para investigar a atuação de Medeiros foi arquivado pelo Supremo Tribunal Federal em 2005. Law foi condenado a quatro anos por tentar corrompê-lo. Foi solto após cumprir 3 anos e 14 dias de prisão. O Estado procurou Law, mas não obteve retorno. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Mais conteúdo sobre:
Medeiros Law fita

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.