Legado de Niemeyer inspirará gerações, diz Casa Branca

O legado de Oscar Niemeyer vai ficar vivo na beleza de suas obras e inspirar gerações, afirmou a Casa Branca em um comunicado em que lamenta a morte do arquiteto brasileiro, na noite da última quarta-feira (5). "Os Estados Unidos estendem suas profundas condolências ao povo do Brasil pelo falecimento do lendário arquiteto Oscar Niemeyer", destaca a nota à imprensa, divulgada neste Sábado.

ALTAMIRO SILVA JUNIOR, CORRESPONDENTE, Agência Estado

08 Dezembro 2012 | 15h36

A nota ressalta que Niemeyer foi inovador e mestre em criatividade, deixando sua marca em várias obras pelo mundo e ajudando a moldar a identidade única da nação brasileira. "Ele transpôs as curvas naturais da antiga capital, Rio, para os prédios e monumentos de Brasília."

O comunicado ressalta a contribuição do arquiteto para desenhar a sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, e o fato de Niemeyer ser considerado membro honorário do Instituto Americano de Arquitetos desde 1963.

Mais conteúdo sobre:
Niemeyer morte legado Casa Branca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.