Lei antifumo em Paris leva a aumento de queixas contra o barulho

Mais da metade dos estabelecimentos podem colocar mesas nas ruas.

Daniela Fernandes, BBC

21 Agosto 2009 | 18h21

A proibição de fumar em ambientes públicos fechados na França provocou o aumento das queixas contra o barulho causado à noite nas ruas por clientes de bares e restaurantes que fumam nas calçadas.

"As petições de moradores contra o barulho feito por clientes nas mesas ao ar livre vêm se multiplicando. Esse problema já existia antes, mas a lei antifumo agravou a situação", disse Thierry Ottaviani, presidente da Associação SOS Barulho em entrevista ao jornal Le Figaro.

Em ruas repletas de bares e restaurantes, muitos vizinhos pedem o fim dessas áreas com mesas ao ar livre, ocupadas principalmente por fumantes, afirma Ottaviani.

Segundo o Centro de Informação e Documentação sobre o Barulho (CIDB), a probição de fumar em bares e restaurantes, que entrou em vigor em janeiro de 2008 na França, contribuiu para o aumento do número de mesas ao ar livre nesses estabelecimentos.

Mais da metade

De acordo com o órgão, o número de pedidos de autorização para bares e restaurantes colocarem mesas nas calçadas cresceu 27% em Paris em 2008 na comparação com o ano anterior.

Somente no ano passado, após a entrada em vigor da proibição, mais de mil bares e restaurantes da capital francesa solicitaram autorizações para instalar mesas nas calçadas.

Mais da metade dos mais de 15 mil bares e restaurantes em Paris, 8 mil, pode colocar mesas nas ruas, segundo o CIDB francês.

Como atualmente é verão na Europa e as temperaturas na França têm sido elevadas, os clientes de cafés e restaurantes podem ficar ao ar livre a noite toda.

A proibição de fumar em locais públicos entrou em vigor na França em fevereiro de 2007, mas bares, restaurantes, tabacarias e discotecas obtiveram um prazo suplementar, até janeiro de 2008, para se adaptar à lei antifumo.

Outras cidades

Uma das áreas com o maior número de queixas contra o barulho dos clientes é a rua Mouffetard, próxima ao Panthéon, que possui inúmeros bares.

Os gerentes dos cafés e restaurantes dessa área foram convocados pela prefeitura para tomar providências. Alguns contrataram funcionários que ficam na rua fiscalizando o barulho feito pelos clientes.

Em Paris, as autoridades lançaram pela primeira vez desde a entrada em vigor da lei antifumo uma campanha de prevenção contra o barulho nos bares e restaurantes.

Pôsters que pedem aos clientes para "respeitar a tranquilidade da vizinhança" foram distribuídos aos donos desses estabelecimentos

Em outras cidades, como Grenoble, associações de moradores também se mobilizam contra as áreas dos restaurantes instaladas nas calçadas.

O centro histórico de Grenoble reúne cerca de 50 bares e restaurantes. Segundo um representante de uma associação de moradores do bairro, há queixas até contra as bitucas de cigarro deixadas no chão pelos clientes. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.