Lei de reforma da saúde enfrenta obstáculos

EUA

, O Estadao de S.Paulo

23 de novembro de 2009 | 00h00

O presidente americano, Barack Obama, conseguiu na noite de sábado reunir os 60 votos necessários para levar adiante no Senado a discussão da reforma do sistema de saúde. Mas a votação do projeto de lei governista, que deverá ocorrer para após o feriado de Ação de Graças, dia 26, deve ser marcada pela exigência de senadores de mudanças no texto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.