Leilões em pleno crescimento

Para promotores de tradicionais remates de elite, ocasião é ideal para adquirir animais de genética garantida

O Estado de S.Paulo

28 Maio 2008 | 01h41

Para o pecuarista Ronan Eustáquio da Silva, da Fazenda Baluarte, em Lagoa dos Patos (MG), o maior atrativo dos leilões de gado nelore é a genética diferenciada dos lotes ofertados. ''O leilão também é a forma mais democrática de comercialização, pois não há preço mínimo e o processo é muito transparente'', afirma.Silva, cujo plantel é de 1.800 vacas da raça nelore, é um dos promotores do Leilão Elo de Raça, um dos mais tradicionais da Expozebu, em Uberaba (MG). Na edição da feira deste ano, encerrada no dia 10, o leilão ofertou 26 lotes e faturou R$ 8,9 milhões. ''Houve um crescimento de 16% em relação à edição anterior'', diz.Silva, que é criador há 28 anos, diz que o mercado de leilões vem crescendo a cada ano e prova disso é a venda de lotes cada vez mais valorizados. ''O comprador de um leilão de elite sabe que está adquirindo um animal de vida reprodutiva longa e melhorador do plantel.'' O leilão Elo de Raça, realizado todos os anos, já está indo para a 19ª edição. ''Sempre ofertando animais melhoradores, com uma carga genética muito forte e de famílias consagradas'', garante Silva. ''Os preços atingidos pelos animais chegam a assustar, mas são apenas conseqüência da qualidade do gado.''Para o pecuarista José Luiz Niemeyer dos Santos, da Fazenda Terra Boa, em Guararapes (SP), os leilões evoluíram em qualidade. ''Hoje, quem não oferta qualidade não permanece no mercado'', diz ele, que há 24 anos é um dos promotores do Leilão Noite dos Campeões, realizado todos os anos na Expozebu. Na Expozebu deste ano, o Noite dos Campeões ofertou 30 lotes e faturou R$ 6,3 milhões, um crescimento de mais de 20% em relação ao ano passado. O plantel de Santos soma 400 matrizes nelores. ''O leilão é a oportunidade ideal para ter acesso seguro a animais de genética avançada'', confirma.A dica a investidores e compradores sem muita experiência em leilões é ter uma consultoria técnica. ''Embora os leilões de elite sejam confiáveis e tenham credibilidade, o comprador quer saber o que está levando. É um ambiente democrático, mas é preciso se informar para se certificar da qualidade morfológica e da procedência do animal'', recomenda.Esta seção, que tem por objetivo fomentar a raça nelore, resulta de parceria entre o Suplemento Agrícola e a Associação dos Criadores de Nelore do Brasil (ACNB)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.