Leo Moço lança café inspirado na terceira onda americana

Primeiro eram as torras em casa para consumo próprio; depois baristas foram atrás de cafés de qualidade. Na terceira onda, a busca é por microlotes, torras pequenas e experiências com os grãos. É nela que Leo Moço embarca em abril quando lança o superácido Café do Moço 3.ª Onda em Cafés (R$ 20). É produzido no sul de Minas e seco por 18 dias. Tem umidade em torno de 13% - o que potencializa o trava-língua da bebida, mantendo vívido o gosto herbal dos grãos. Começa a ser a partir de segunda pelo site:

O Estado de S.Paulo

28 Março 2013 | 02h11

cafedomoco.tanlup.com.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.