Liberação de caminhões faz parte de processo para melhorar o trânsito, diz Kassab

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, afirmou no início da tarde da quinta-feira que a volta da liberação para caminhões circularem no centro de São Paulo faz parte do processo de "melhorar o trânsito e organizar o abastecimento na Capital".

GUILHERME WALTENBERG, Agência Estado

17 Maio 2012 | 13h47

O prefeito disse que o projeto foi estabelecido há sete anos, razão pela qual ele passa a valer assim que a lei for publicada. Segundo Kassab, diferentemente de outras cidades da região metropolitana de São Paulo, o tamanho dos caminhões não será aumentado. "Não aceitaremos pressão. Não há hipótese de aumentar o tamanho dos VUCs (Veículo Urbano de Carga)."

O prefeito Gilberto Kassab (PSD) liberou a volta da circulação de caminhões pelo centro expandido de São Paulo durante todo o dia. O decreto publicado nesta quinta no Diário Oficial da Cidade permite que os chamados VUCs, com no máximo s 5,5 metros de comprimento e que transportam até 4,5 toneladas, rodem por avenidas importantes como Rebouças, Paulista, São Luís, Prestes Maia, Nove de Julho, Santo Amaro e Cidade Jardim.

Com a proibição, esses veículos só podiam rodar pelo centro fora do horário de pico, das 10h às 16h. Agora, a circulação foi liberada em todos os horários. Os caminhões, porém, vão ter de respeitar o rodízio municipal de placas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.