Liberty amplia alcance na Europa com aquisição da Ziggo

O grupo norte-americano de serviços a cabo Liberty Global acertou a aquisição da Ziggo, em um acordo em dinheiro e ações que colocou o valor da operadora holandesa em 10 bilhões de euros (13,7 bilhões de dólares), para ampliar seu alcance pela Europa.

Reuters

27 de janeiro de 2014 | 08h40

A Ziggo, que em outubro rejeitou uma oferta anterior da Liberty por considerá-la muito baixa, disse nesta segunda-feira em um comunicado conjunto que a oferta atual sugere um preço de 34,53 euros por ação ante o preço de 33,25 euros no fechamento da sexta-feira.

A Liberty, controlada pelo magnata norte-americano John Malone, construiu sua posição líder em grande parte da Europa, da Irlanda à România, por meio de aquisições na década passada e já detinha 28,5 por cento da Ziggo.

A aquisição do restante ampliará a presença da Liberty nos Países Baixos, onde ela é proprietária da concorrente holandesa da Ziggo, a UPC, e também detém uma participação majoritária no grupo belga Telenet, o principal grupo de cabo no norte da Bélgica.

(Por Philip Blenkinsop)

Mais conteúdo sobre:
TELECOMLIBERTYZIGGOAQUISICAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.