Líbia facilita entrada de 7 mil turistas para ver eclipse solar

Milhares de turistas ocidentais dispostos a assistir ao eclipse total do sol que acontecerá nesta quarta-feira chegaram à Líbia, lugar ideal para contemplar o fenômeno, segundo os astrônomos.O Ministério do Turismo informou nesta terça que pelo menos 7 mil turistas puderam entrar no país, depois de receber os vistos necessários. Além deles, dezenas de astrônomos cruzaram as fronteiras.Em geral, as autoridades consulares da Líbia não facilitam vistos de entrada individuais e o prazo de entrega às vezes passa de dois meses. Mas desta vez o processo foi facilitado, embora os jornalistas tenham sido alertados de que, para fotografar ou filmar o eclipse, será necessária uma autorização especial.A zona de Wao Namus, cerca de 2 mil quilômetros ao sul de Trípoli, onde o eclipse terá uma duração de pouco mais de sete minutos, foi reservada para os astrônomos. Os turistas observarão o fenômeno na região nordeste da Líbia, perto da fronteira com o Egito, onde a duração prevista é de três minutos e 58 segundos.O Ministério de Assuntos Religiosos recomendou à população que vá às mesquitas nesta quarta para "a oração do eclipse", correspondendo assim à crença comum entre os muçulmanos de que um eclipse do Sol é sinal de catástrofes.

Agencia Estado,

28 de março de 2006 | 19h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.