Líder de facção criminosa é preso no interior de SP

A Polícia Civil de Sorocaba, no interior de São Paulo, prendeu, ontem à noite, Jean Carlos da Costa, de 41 anos, um dos principais líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) no interior do Estado. Ele controlava os "negócios" da facção, que age nos presídios paulistas, em 43 municípios e estava no topo da lista de criminosos procurados pela Polícia Civil na região sudoeste do Estado.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

20 Abril 2010 | 15h04

Costa, que também usava o nome falso de Gean Henrique da Silva, foi preso na chácara em que viva com a família, uma mansão com piscina e várias suítes, em Mairiporã, na Grande São Paulo. Com o traficante, foi apreendida uma pistola ponto 40 que havia sido roubada da Polícia Militar. A arma estava com a numeração raspada.

Procurado por tráfico de drogas, associação para o tráfico e homicídio, o criminoso já havia sido preso no ano passado, mas acabou solto pela Justiça porque a conclusão do inquérito excedeu o prazo. Ele é acusado de mandar matar três integrantes de uma facção rival, o Comando Revolucionário Brasileiro do Crime (CRBC), que controla os presídios de Sorocaba.

Mais conteúdo sobre:
facçãoPCClíderpresoSorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.