Líder rebelde diz que ainda busca separação da Ucrânia, apesar de cessar-fogo

Um importante líder rebelde disse que um cessar-fogo acertado com o governo não muda o desejo dos rebeldes pró-Rússia do leste da Ucrânia de separação do restante do país.

REUTERS

05 Setembro 2014 | 11h02

"O cessar-fogo não significa o fim da nossa política de separação", disse Igor Plotnitsky, líder da autoproclamada República Popular de Luhansk, a repórteres.

(Reportagem de Andrey Makhovsky)

Mais conteúdo sobre:
UCRANIASEPARATISTASKIEV*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.