Líder Republicano na Câmara dos EUA diz que opções estão abertas sobre Iraque

O recém-eleito líder republicano na Câmara dos Deputados dos Estados Unidos disse neste domingo que ele não descartaria o envio de tropas norte-americanas para o Iraque para ajudar Bagdá a lutar contra a insurgência sunita.

REUTERS

22 Junho 2014 | 14h22

Kevin McCarthy, que foi eleito na semana passada para o posto de lider na Câmara, também disse que o presidente Barack Obama precisa desenvolver uma estratégia para lidar com o terrorismo na região do Oriente Médio.

Questionado na "Fox News Sunday" se ele apoiaria uma ação em solo no Iraque, McCarthy disse: "Eu colocaria tudo na mesa. Mas a maioria das pessoas, quando você conversa com elas, não querem uma ação em solo neste momento."

Obama anunciou na semana passada que ele enviaria até 300 conselheiros militares para o governo xiita iraquiano, que luta contra uma insurgência liderada pelo grupo sunita Estado Islâmico do Iraque e Levant (ISIL).

Obama, que retirou as tropas norte-americanas do Iraque no fim de 2011, descartou um retorno e pediu ao governo de Bagdá que tome medidas urgentes para solucionar a disputa sectária no país.

McCarthy disse que apoiou a decisão de Obama de enviar os conselheiros, que irão se juntar a centros de operações conjuntas para o compartilhamento de inteligência e planejamento, mas ele também pediu que Obama desenvolva uma estratégia mais ampla para combater o terrorismo.

(Por Eric Beech)

Mais conteúdo sobre:
MUNDOEUAIRAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.